Ver Angola

Telecomunicações

Governo garante que construção do satélite Angosat-2 está a 50 por cento

O Governo anunciou esta Segunda-feira que a construção do seu segundo satélite, Angosat-2, está a 50 por cento, apontando 2022 como período para o seu lançamento em órbita. Este segundo satélite substitui o primeiro, que se perdeu no espaço em 2017.

:

Segundo o ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, José Carvalho da Rocha, a construção do Angosat-2 decorre no âmbito do protocolo complementar entre Angola e a Rússia ao abrigo do contrato da fabricação do Angosat-1.

O primeiro satélite, o Angosat-1, um investimento do Estado orçado em 320 milhões de dólares, perdeu-se no espaço depois do seu lançamento em Dezembro de 2017.

Em declarações aos jornalistas à margem de uma cerimónia de entrega de cesta básica a mais de 250 famílias, no bairro Huambo, em Luanda, o governante falou sobre as reformas em curso no sector valorizando o surgimento de novas empresas.

Para José Carvalho da Rocha, o processo de privatização da Angola Telecom no quadro do Programa de Privatizações (ProPriv) do Governo, que prevê privatizar 195 empresas e/ou ativos do Estado até 2022, decorre com vista aos objectivos preconizados.