Ver Angola

Banca e Seguros

BNI abre centros de negócio para apoiar empresários e fomentar a produção nacional

O Banco de Negócios Internacional (BNI) decidiu instalar centros de negócio personalizados e focados para apoiar directamente as pequenas e médias empresas a avançar com os seus projectos e assim contribuir para o fomento da produção nacional.

:

"O Banco BNI, no âmbito da Linha de Crédito que tem disponível para as Pequenas e Médias Empresas e no seguimento da sua estratégia de apoio à produção nacional, criou Centros de Negócio na capital e em várias províncias, com vista a apoiar directamente os empresários e os gestores na elaboração dos seus projectos", explica o banco, em comunicado remetido ao VerAngola.

A capital já tem em funcionamento quatro centros. Contudo, o BNI também instalou centros nas províncias do Huambo, Cabinda, Huíla e Benguela.

De acordo com a administração do banco, citada no comunicado, os centros "estão focados no atendimento personalizado ao cliente, quer seja presencialmente, por telefone ou através das plataformas digitais criadas para o efeito".

Esta iniciativa visa ajudar na análise dos projectos apresentados para financiamento e, consequentemente, apoiar "a produção e a geração de empregos directos e indirectos".

"O que importa é o resultado que conseguimos gerar para as empresas, que com o nosso apoio conseguem produzir e gerar valor para os seus accionistas e para todos seus colaboradores, contribuindo dessa forma para o desenvolvimento económico de Angola", pode ler-se na nota.

Esta iniciativa "está em concordância com as directrizes do Executivo para o fomento, incremento e diversificação da produção e da economia nacional", completa a administração do BNI.

Relacionado