Bonga e Luaty Beirão representam Angola no Concerto da Coragem

Bonga, Ikonoklasta (nome artístico do activista luso-angolano Luaty Beirão), Orquestra de Batukadeiras de Portugal e a cabo-verdiana Mayra Andrade, entre outros, actuam a 5 de Dezembro em Lisboa, no Concerto da Coragem, promovido pela Amnistia Internacional Portugal.
:
  

O Concerto da Coragem, “de homenagem aos/às defensores/as de direitos humanos em África”, contará com a participação de Mayra Andrade, NBC, Bonga, Ikonoklasta e Orquestra de Batukadeiras de Portugal e apresentação da actriz Cláudia Semedo, de acordo com informação divulgada pela Amnistia Internacional Portugal.

O início do espectáculo, que decorre no Lisboa ao Vivo – LAV, está marcado para as 21h00 de 5 de Dezembro e os bilhetes custam 15 euros.

Num e-mail, no qual promove o espetáculo, a Amnistia Internacional Portugal pergunta: “Lembra-se de ter ajudado a salvar a vida de Luaty Beirão, que em 2015 fez greve de fome por ter sido detido em Angola juntamente com outros activistas, os mundialmente conhecidos por ‘Angola15+2?”. “Pois bem. Agora ele vem retribuir”, refere.

Luaty Beirão foi detido em 2015, e posteriormente julgado e condenado, a 28 de Março de 2016, com outros 16 activistas acusados de tentativa de golpe de Estado contra o ex-Presidente, José Eduardo dos Santos, no que ficou conhecido como o processo dos 15+2.

Os jovens foram condenados a penas efectivas de prisão, depois de seis meses de prisão preventiva e mais de quatro meses em prisão domiciliária.

Em Junho de 2017, depois de o Tribunal Supremo decidir a favor do ‘habeas corpus’ apresentado pela defesa pedindo a libertação por prisão ilegal, acabaram por ser libertados.

Na altura, a Amnistia Internacional Portugal realizou várias acções pela libertação imediata destes activistas, cujo período de detenção foi acompanhando de perto.

O Concerto da Coragem, cuja receita reverte para a Amnistia Internacional Portugal, faz parte da programação do II Fórum da Coragem.

De acordo com informação disponível no ‘site’ da Amnistia Internacional Portugal, organizadora da iniciativa, o II Fórum da Coragem decorre entre 5 e 7 de Dezembro, “com foco nos direitos humanos em África”, nomeadamente nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP).

Além do Concerto da Coragem, no dia 5, o programa prevê uma conferência, no dia 6, que contará com a participação “do secretário-geral da Amnistia Internacional, Kumi Naidoo, e do director regional para a África do Sul, Deprose Muchena, entre outros especialistas e peritos, que trarão uma visão sobre os direitos humanos em África por várias perspectivas, desde investigação no terreno, análises académicas, formas de activismo e claro, sempre com muita inspiração”.

No dia 7, o foco é o trabalho da Amnistia Internacional em Portugal. “Em simultâneo decorrerá a Assembleia Geral da organização, que é exclusiva para membros”, lê-se no ‘site’ da Amnistia Internacional Portugal.

O I Fórum da Coragem, “um espaço de debates, exposições, networking e de muita inspiração”, decorreu de 7 a 9 de Fezembro de 2018 no Museu das Comunicações, em Lisboa.

Ao longo de três dias, “juntaram-se organizações da sociedade civil, entidades administrativas governamentais e defensores e defensoras dos direitos humanos para falar sobre os grandes desafios dos direitos humanos da actualidade”.

Mais Lidas