Ver Angola

Banca e Seguros

BNA aposta na “inclusão financeira” e atribui licença de prestação de serviços de pagamento à Unitel

A partir de agora os clientes da Unitel já podem pagar os serviços ou compras que realizem online através das plataformas da operadora. A Unitel tinha pedido ao Banco Nacional de Angola (BNA) uma licença de prestação de serviços de pagamento, que lhe foi atribuída, por despacho, no dia 16 de Outubro.

:

"No dia 16 de Outubro, por despacho do Senhor Governador do Banco Nacional de Angola, José de Lima Massano, o Banco Nacional de Angola atribuiu uma licença de Prestador de Serviços de Pagamentos à Unitel Serviços Financeiros Móveis (SU), S.A., a pedido desta", pode ler-se num comunicado publicado no site do BNA.

Esta licença permite assim aos clientes da operadora utilizar as plataformas da Unitel para pagar compras realizadas online ou serviços estipulados por contrato.

Segundo o banco, esta atribuição faz parte de uma das "acções prioritárias do Plano Nacional de Inclusão Financeira, que passa por garantir à população, um maior acesso à rede de serviços financeiros". O BNA diz ainda que esta decisão representa um passo importante para a "inclusão financeira", uma vez que permitirá à população recorrer a "transferências móveis e instantâneas, vulgarmente conhecidas como pagamentos móveis ou mobile money".

Admitindo que esta inclusão financeira é "fundamental para o desenvolvimento económico sustentável", o BNA diz que tem vindo a trabalhar para a criação de um "ecossistema de pagamentos moderno e inclusivo".

"Depois do lançamento das contas Bankita assim como das contas simplificadas, o Banco Nacional de Angola dá mais um passo visando incrementar o número de cidadãos com acesso a serviços financeiros básicos para o equivalente a 50 por cento da população adulta, até finais de 2022", indica.