Ver Angola

Ambiente

Derrame de petróleo em Cabinda condiciona pescadores

Um derrame de petróleo no mar do enclave angolano de Cabinda está a condicionar a actividade de quase 30 pescadores do município de Cacongo, foi hoje divulgado.

:

De acordo com fonte da secretaria provincial do Ambiente citada pela imprensa de Cabinda, já foi confirmado tratar-se de um derrame de petróleo, que afecta as águas e a praia de aldeia de Mandarim.

"Apurámos que é verdade. Houve derrame, encontramos manchas negras", disse a fonte, mas sem esclarecer a origem, que será apurada após análise laboratorial.

A situação está a afectar pelo menos 26 pescadores daquela aldeia, que viram os utensílios destruídos pelo derrame.

De acordo com a mesma informação, a petrolífera norte-americana Chevron, que opera na produção de crude no mar de Cabinda - o enclave assegura a maior parte da produção angolana de petróleo -, está a apoiar as operações de limpeza em curso no município de Cacongo.

A associação Voz do Pescador de Cacongo, que nos últimos anos tem denunciado vários derrames de petróleo no mar de Cabinda, tem em curso um levantamento sobre os prejuízos agora causados.