Ver Angola

Transportes

Novo Aeroporto Internacional de Luanda ficará pronto em finais de 2022

As obras do novo aeroporto internacional de Luanda deverão ser retomadas em breve, estimando-se que o aeroporto fique pronto em finais de 2022. Esta Terça-feira, o ministro dos Transportes mostrou-se confiante com o processo de relançamento das obras do novo aeroporto, que contam com um financiamento de 1,4 mil milhões de dólares.

:

Ao falar no fim da reunião da Comissão Económica do Conselho de Ministros, Ricardo de Abreu, ministro dos Transportes, informou que o valor do financiamento vai permitir garantir o fim do projecto, sem ser preciso recorrer a um financiamento adicional.

Segundo explicou, esta terá sido uma das exigências impostas pelas autoridades aquando da interrupção do projecto para serem feitas as devidas correcções.

"Conseguimos chegar a acordo com o empreiteiro nessa renegociação e definir como tecto limite o valor disponível que existe neste momento, que é de 1,4 mil milhões de dólares", disse, citado pela Angop.

O titular da pasta dos Transportes avançou que do valor total do financiamento, 33,6 por cento já foram executados, estimando-se que as obras sejam dadas como concluídas no quarto trimestre de 2022.

A pandemia de covid-19 também condicionou o trabalho feito em torno da retomada das obras, revelou, acrescentando que a renegociação dos financiamentos com a China, entre outros factores, também tiveram um impacto negativo no processo.

Contudo, apesar dos contratempos, Ricardo de Abreu admitiu que agora já existem condições para se afirmar que o projecto será retomado em todas as suas vertentes.

Informou que mais de metade do aeroporto (56 por cento), no que diz respeito ao nível físico, já está executado, explicando que vai ser traçado um horizonte temporal de um ano para que seja possível terminar a parte de engenharia, escreve a Angop.

O ministro disse que há duas fases que têm de ser cumpridas: a construção da infra-estrutura e a certificação do aeroporto. Esta última, de acordo com o governante, poderá demorar entre nove a 12 meses.

Por fim, aproveitou ainda a ocasião para informar que na reunião foi apresentado o pré-estudo do Plano Director da Cidade Aeroportuária de Icolo e Bengo, que deverá ser analisado brevemente em Conselho de Ministros.

Relacionado