Ver Angola

Economia

Economistas da Bloomberg melhoram crescimento em Angola para 1,7 por cento este ano

Os oito economistas regularmente questionados pela agência de informação financeira Bloomberg sobre a evolução da economia de Angola melhoraram a previsão de crescimento para este ano, de 1,2 por cento para 1,7 por cento, piorando a previsão para 2022.

:

De acordo com os oito economistas questionados pela Bloomberg, Angola deverá crescer este ano 1,7 por cento, o que representa uma melhoria face aos 1,3 por cento anteriormente previstos, mas para 2022 os analistas estão agora um pouco mais pessimistas.

No próximo ano, o segundo maior produtor de petróleo na África subsaariana deverá registar uma expansão do Produto Interno Bruto (PIB) na ordem dos 2,3 por cento, o que representa uma descida face aos 2,6 por cento previstos na sondagem anterior.

Sobre a inflação, os economistas estimam que haja este ano uma subida de 22,5 por cento, que deverá depois abrandar para 16 por cento em 2022, o que revela, em ambos os casos, uma revisão em alta da previsão para a subida dos preços.