Ver Angola

Cultura

Angolano vence prémio em festival internacional de cinema

O angolano Henrique Sungo venceu a categoria de “Documentário de Curta-Metragem” da edição de 2020 do London Arthouse Film Festival (LAHFF) – um festival de cinema internacional destinado a reconhecer o talento de cineastas independentes.

:

Henrique Sungo conquistou o galardão com o filme "Vírus Inesperado". A curta-metragem foi produzida em parceria com o santomense Felipe Anjos e retracta o impacto da covid-19 na comunidade PALOP no Reino Unido.

O documentário é composto por várias depoimentos recolhidos em residências, universidades, escolas e locais de trabalho de angolanos, cabo-verdianos, moçambicanos, guineenses e são-tomenses.

Em declarações ao Jornal de Angola e citado pela Angop, o angolano disse que foi difícil encontrar pessoas para entrar na curta-metragem, uma vez que "quase não havia ninguém nas ruas" e eram poucos os que se mostravam disponíveis para gravar entrevistas. No entanto, mostrou-se feliz com este prémio.

Henrique Sungo revelou ainda que tinha esperança de ganhar o galardão: "Eu e o meu companheiro fizemos um trabalho de enorme qualidade. Sempre tivemos a certeza que haveria de criar um grande impacto e por isso acreditamos que o resultado seria positivo", adiantou.

O filme estava inicialmente nomeado para a categoria de "Documentário de Curta-Metragem Pandemia Global", mas no último momento o jurado decidiu incluí-lo numa outra categoria mais abrangente - onde estavam mais de dez filmes a concorrer - por reconhecer a importância do tema e a qualidade do trabalho final.

Os vencedores das dez categorias do festival foram anunciados no passado Domingo e, segundo a organização, o prémio atribuído ao filme "Vírus Inesperado" foi uma escolha especial do júri.

No dia 23 de Janeiro, a organização do LAHFF vai realizar um encontro online, via Zoom, com todos os vencedores. Este encontro virtual visa substituir a habitual gala de entrega dos prémios, que foi adiada duas vezes o ano passado (17 e 27 de Dezembro) por causa da covid-19.

Contudo, os certificados vão ser enviados por correio electrónico na próxima Sexta-feira, dia 15.

O LAHFF visa reconhecer o cinema independente e dar oportunidade aos cineastas de todo mundo para exibir os seus filmes.