Ver Angola

Transportes

TAAG realiza três voos de repatriamento na Terça-feira

A companhia aérea TAAG vai realizar voos de repatriamento a partir da África do Sul, Moçambique e Namíbia, na Terça-feira, devido à suspensão dos voos para estes destinos por causa da nova variante do coronavírus.

:

Angola anunciou que vai encerrar fronteiras com sete países africanos - África do Sul, Botsuana, Essuatíni, Malawi, Moçambique, Namíbia e Zimbabué - a partir de 1 de Dezembro, o que levou a TAAG a suspender no Domingo, os seus voos regulares para Moçambique, Namíbia e África do Sul.

Para fazer regressar os passageiros que se encontram nestes países a TAAG realiza na Terça-feira um voo Luanda-Joanesburgo-Luanda com saída às 18h00 e chegada prevista à cidade sul-africana às 22h25 locais; uma ligação Luanda-Maputo-Luanda com partida às 23h59 e chegada à capital moçambicana às 05h00 locais; e um voo Luanda-Windhoek-Luanda que parte às 17h00 e chega às 20h30 à capital namibiana.

Os cidadãos nacionais terão de observar uma quarentena domiciliar de 14 dias, segundo o último decreto presidencial que actualiza as medidas de prevenção e combate à covid-19

Vários países, incluindo Portugal aplicaram já restrições de voo com vários países africanos depois de ser detectada a nova variante do coronavírus, Ómicron, na África do Sul, que segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) pode implicar maior infecciosidade devido a "um elevado número de mutações".

A descoberta desta nova variante do coronavírus, identificada como B.1.1.529 e baptizada com a letra grega Ómicron pela Organização Mundial de Saúde (OMS), foi anunciada na Quinta-feira passada por cientistas e autoridades sanitárias sul-africanas, com base em amostras recolhidas entre 14 e 16 de Novembro.

Relacionado