Ver Angola

Energia

Bloco 18 em perfuração. BP estima produção em 30 mil barris de petróleo diários

A BP Angola anunciou que avançou recentemente com a perfuração no Bloco 18, um projecto de 44 milhões de barris de petróleo em reservas estimadas, com a projecção de uma produção de 30 mil barris por dia.

:

Em comunicado, a BP Angola, que é a operadora do Bloco 18 e a detentora dos direitos de exploração desta zona do offshore desde 2007, indica que o início dos trabalhos foi possível graças à chegada a Angola do navio DS-12.

Este navio vai perfurar quatro poços (dois de produção e dois de injecção) no desenvolvimento do campo Platina, com o apoio de dois navios de carga, um deles equipado com veículos de operação remota (VOR), e outro preparado para dar resposta a situações de emergência.

O presidente da Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis, Paulino Jerónimo, sublinha a importância do projecto: "Convém não esquecermos o período difícil por que passa o mercado e o sector a nível mundial".

Ressalvou ainda "o significado que tem para Angola o compromisso das grandes operadoras e o trabalho que continuam a realizar".

Por seu lado, o vice-presidente sénior da BP Angola, Adriano Bastos, afirma que "o progresso do projecto Platina reitera o compromisso da BP com Angola e representa um forte contributo da mesma para a concretização da estratégia de longo prazo do Governo no sector de petróleo e gás".

"Estamos verdadeiramente satisfeitos por, graças ao trabalho extraordinário das nossas equipas e à estreita colaboração com o nosso parceiro SINOPEC, estarmos a conseguir avançar com este projecto de forma muito eficiente. Recordo que estamos a reduzir em 20 por cento os custos, estamos a conseguir aumentar em 10 por cento as reservas estimadas do mesmo e prevemos antecipar em 12 meses a sua conclusão", disse.