Ver Angola

Comércio

Governo vai criar uma reserva alimentar no país

O país vai ter uma reserva alimentar, que deverá ser implementada ainda este ano, anunciou Mário Caetano de Sousa, ministro da Economia e Planeamento.

:

Ao falar no fim da reunião do Conselho de Ministros, que teve lugar esta Quinta-feira, o titular da pasta da Economia e Planeamento explicou que a medida foi adoptada no âmbito de um processo de aumento da produção e, consequentemente, do consumo, escreve a Angop.

O governante afirmou que as medidas aprovadas durante o Conselho de Ministros têm como objectivo aumentar o poder de compra das famílias, numa altura em que as interrupções que se registam na cadeia logística global estão a provocar variações nos preços dos produtos.

Sobre a redução do IVA de 14 para sete por cento, o responsável explicou que essa redução vai ser incorporada na racionalização da tributação da AGT.

Explicou ainda que a diminuição da taxa do IVA abrange cerca de 25 produtos de amplo consumo, mas também irá incluir os derivados desses produtos.

Mário Caetano de Sousa também recordou que há sensivelmente dois meses o Executivo aprovou uma medida relacionada com os direitos que importação para vários produtos: "Há cerca de dois meses atrás tivemos uma medida relacionada com os direitos de importação também para uma série de produtos que são mais importados e que têm impacto de facto no consumo das famílias", disse, citado pela RNA.

"Estamos também a prever outras medidas que possam fomentar o aumento da produção e consequentemente o consumo que é a reserva estratégica alimentar", completou.

Relacionado