Ver Angola

Política

Angola chora perda de Luther Rescova, actual governador do Uíge

O governador do Uíge e antigo governador de Luanda, dirigente do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), Sérgio Luther Rescova, morreu Sexta-feira aos 40 anos de idade, vítima de doença.

:

A notícia, veiculada na página oficial da Presidência da República no Facebook, dá conta do falecimento no início da noite de Sérgio Luther Rescova "por doença", alegadamente covid-19, segundo a imprensa.

"Foi com a mais profunda consternação que acabo de tomar conhecimento. Apresento à família do malogrado os meus mais sentidos pêsames, em meu nome, no da minha família e de todo o Executivo", escreveu o presidente João Lourenço na página.

Num comunicado lido nessa noite no telejornal da TPA, televisão pública, o Bureau Político (BP) do Comité Central do MPLA exprimiu também o seu "profundo sentimento de consternação" ao tomar conhecimento da morte do governador.

"O percurso político partidário e o sentido de Estado de Rescova é um motivo de orgulho para os angolanos e um exemplo vivo para todos os jovens que amam Angola e servem a mãe pátria com empenho e sentido de missão", salientou o BP do MPLA, endereçando à família enlutada os sentimentos de pesar.

Luther Rescova "desempenhou com brio e dedicação as mais honrosas funções no MPLA e no estado angolano" com destaque para os cargos no BP e no Comité Central, primeiro secretario nacional da JMPLA (organização juvenil do MPLA), de 2009 a 2019 e deputado a assembleia nacional pelo MPLA.

O dirigente partidário nasceu a 16 de Maio de 1980 na Damba (província do Uíge), ingressou no MPLA em 1998 e até a altura da sua morte exercia o cargo de governador do Uíje, desde maio deste ano, depois de governar Luanda entre Janeiro de 2019 e Maio de 2020.

A imprensa indica que o motivo da morte foi a covid-19. Rescova terá sido transferido de emergência da província do Uíge para Luanda e estava internado na Clínica Girassol, segundo o Novo Jornal.

Relacionado