Ver Angola

Matérias Primas

Mineira australiana nomeia nova directora com ligação a Angola

A Pensana Rare Earths Plc anunciou a nomeação da baronesa britânica Lindsay Northover como directora não-executiva da mineira australiana que está a desenvolver um projecto de pesquisa de metais preciosos em Angola.

:

Em comunicado, a Pensana lembrou que Lindsay Northover era até há pouco tempo a enviada comercial do primeiro-ministro britânico a Angola.

A diplomata "esteve no centro do recente desenvolvimento bem-sucedido da relação bilateral Reino Unido-Angola", referiu a empresa australiana.

Em 2018, Lindsay Northover e o então ministro das Finanças, Archer Mangueira, assinaram um acordo de financiamento com um banco inglês para a construção da primeira fase do Hospital Geral de Cabinda, do Instituto Hematológico Pediátrico de Luanda e da primeira fase do Hospital Geral de Pediatria da capital.

O envolvimento de Lindsay Northover "na transformação económica e política de Angola nos últimos quatro anos será uma enorme mais-valia para a empresa", considerou Paul Atherly, presidente da Pensana, citado na nota.

O responsável relacionou a nomeação da baronesa britânica com os planos da Pensana para estabelecer no Reino Unido "a primeira cadeia sustentável de produção de metais magnéticos no mundo", para sustentar o fabrico de veículos eléctricos e turbinas eólicas.

O posicionamento "ambientalmente sustentável" da Pensana "é especialmente valioso para Angola à medida que procura diversificar" a economia para além da exploração petrolífera, afirmou Lindsay Northover no comunicado.

Em Setembro, a Pensana anunciou que o Fundo Soberano de Angola vai investir mais 8,6 milhões de dólares no projecto de pesquisa de metais preciosos em Longonjo, na província do Huambo.

Em Abril do ano passado, foi noticiado que a prospecção de minerais em Longonjo, que durou cerca de dois anos, permitiu identificar 23.000 milhões de toneladas de metais valiosos, conhecido por Terras Raras.

Entre as características de maior destaque deste tipo de metal estão a condução de calor e electricidade, além de se tratar de estruturas que são altamente magnetizáveis.

As suas propriedades químicas e físicas são utilizadas numa grande variedade de aplicações tecnológicas e estão incorporadas em supercondutores, magnetos, catalisadores, entre outros.

São minérios que garantem características únicas a diversos tipos de ligas metálicas, como os telemóveis iPhone, carros híbridos, lasers, entre outros.

O consumo desses minerais, em todo o mundo, chega a 150 mil toneladas/ano.

Os tipos de metais conhecidos por Terras Raras chegam a 17. Porém, seis tipos são mais conhecidos: neodímio, lantânio, praseodímio, gadolínio, samário e cério.

A China é o principal produtor e mercado do minério.

Relacionado