Ver Angola

Educação

Médicos, engenheiros e outros angolanos formados em Cuba estão de regresso

Um total de 220 alunos que se encontravam em Cuba a estudar áreas como medicina e engenharia regressaram esta Segunda-feira a Angola. Os estudantes mostraram-se contentes com a conclusão da sua formação e dizem-se disponíveis em contribuir para o desenvolvimento do país.

:

Este é o segundo grupo de estudantes, que se encontravam em Cuba a usufruir de bolsas de estudo em várias áreas, a retornar ao país. Segundo a Angop, o primeiro conjunto, composto por médicos e engenheiros, retornou no passado dia 17 de Agosto.

Os estudantes mostraram-se contentes por terem conseguido realizar um sonho e expressaram ter disponibilidade para contribuir para o desenvolvimento do país.

É o caso de Josefa Coelho. Formada em engenharia química, a aluna fez saber, citada pela Angop, que o tempo de formação, que durou cinco anos, valeu a pena tendo em conta o que aprendeu.

Josefa Coelho admitiu que os estudantes estão aptos a aplicar a formação e conhecimento que obtiveram com vista a ajudar os angolanos e Angola.

Já Raul Gonzales, conselheiro da embaixada de Cuba em Angola, expressou contentamento com o facto de o seu país ter contribuído para a formação dos angolanos e acrescentou que Cuba vai continuar a apoiar Angola em diversos aspectos, com destaque para a formação.