Ver Angola

Desporto

Petro aposta em brasileiro para comandar basquetebol masculino na próxima época

Os destinos da equipa sénior do Petro de Luanda serão agora ditados por José Alves dos Santos Neto. O brasileiro, nascido em 1971 no sudeste do país, é a aposta dos petrolíferos para liderar uma equipa que só pensa num objectivo: o resgate do campeonato que o covid-19 levou.

:

A confirmação foi feita pelo clube, na sua página oficial do Facebook. José Neto torna-se assim no primeiro treinador brasileiro do Petro nesta modalidade, assinando contrato por uma temporada. Substitui o camaronês Lazare Adingono, que ocupou o cargo durante oito anos.

Nos tricolores, o técnico será co-adjuvado pelo antigo internacional angolano Aníbal Moreira.

Apesar de ainda sem data de início marcada, devido à pandemia de covid-19, a próxima temporada afirma-se desafiante para o Petro, envolvido em várias competições. Campeonato Nacional, Taça de Angola e Ball League (a maior prova de clubes do continente africano) serão os desafios dos petrolíferos para a época que se iniciará.

Ao comando da equipa principal do Atlético Petróleos de Luanda estiveram já Vladimiro Romero, Paulo Jorge, Nuno Teixeira, Raúl Duarte, Victorino Cunha, Alberto Babo, Alberto de Carvalho "Ginguba" e Lazare Adingono, relembra a Angop.

No currículo de José Neto constam quatro campeonatos brasileiros, cinco campeonatos cariocas, uma Copa Intercontinental e uma Liga das Américas da FIBA, o comando da selecção brasileira feminina, entre outros, e vários prémios individuais de treinador do ano e até da década.

Recorde-se ainda que esta época a Federação Angolana de Basquetebol (FAB) decidiu cancelar o campeonato nacional devido à presença da covid-19 no país. A modalidade foi colocada em pausa em Março, altura em que o país entrou em estado de emergência. Na altura, a tabela classificativa era liderada pelo Petro de Luanda (49 pontos), seguido pelo 1.º de Agosto e o Interclube – ambos com 44 pontos.