Ver Angola

Banca e Seguros

Euros e dólares com as taxas de venda mais altas no Finibanco e BNI

O Finibanco e o Banco de Negócios Internacional (BNI) foram esta Quarta-feira as instituições bancárias com os valores mais elevados no que diz respeito à comercialização de divisas (euros e dólares).

:

De acordo com uma tabela publicada pelo Banco Nacional de Angola (BNA) e citada pelo Expansão, o Finibanco aplicou uma taxa de venda de 767,262 kwanzas por cada euro e o BNI de 636,595 kwanzas por dólar. Estes foram os preços mais altos do mercado cambial para cada moeda.

A taxa média cambial apurada no mercado situou-se nos 749,890 kwanzas para o euro e 625,768 kwanzas para o dólar.

Em relação às instituições mais "em conta", no que diz respeito à moeda europeia, o Standard Chartered Angola foi o banco operador com a taxa de venda do euro mais baixa. Cobrou 738,306 kwanzas (menos 1,57 por cento que a taxa média apurada). Nas taxas mais baixas para o euro seguem-se o Banco Kwanza Invest (BKI) e Banco Keve, com 738,309 e 741,478 kwanzas.

Já na moeda norte-americana, o Banco de Comércio e Indústria (BCI) foi o segundo operador com a taxa mais alta, ao cobrar 634,999 kwanzas por cada dólar, seguindo-se o Banco de Fomento de Angola (BFA)(631,759 kwanzas).

Ainda nos dólares, os mais baixos foram comercializados no Banco Keve, Banco Kwanza Invest e Banco Yetu. Cada um vendeu a moeda americana com taxas de 616,558; 616,645 e 618,252 kwanzas, respectivamente.

Já nas ruas de Luanda, no mercado paralelo, as divisas estavam a ser comercializadas esta Quarta-feira ao preço de 900 kwanzas para o euro e 790 kwanzas para o dólar.