Lar Santa Madalena: porque o Restaurant Week é mesmo por uma boa causa

Tal como no ano passado, o Luanda Restaurant Week terá uma forte componente social associada ao evento. Na edição de 2014, 100 kwanzas de cada Menu Restaurant Week reverteram para o Lar Okutiuka, no Huambo; este ano, 500 kwanzas de cada menu vendido serão doados ao Lar Santa Madalena.
:
  

Lar Santa Madalena: O heroísmo mora no Cazenga

A Dona Madalena Santos é uma das várias heroínas que a guerra angolana criou.  Foi ela que fundou o Lar com o seu nome aos 15 de Maio de 1999. Localizado no Cazenga, perto do Restaurante Olympia, o Lar Santa Madalena é um centro de apoio a crianças necessitadas, que começou por acolher órfãs de guerra.

O espaço foi inicialmente concebido como um centro médico, visto que a Dona Madalena trabalhou como médica durante 12 anos em vários hospitais e clínicas, incluindo a Angomédica, o Hospital Maria Pia, a Maternidade Ngangula e o Centro Cajueiros.

 Por questões de saúde abandonou o emprego e dedicou-se ao centro médico criado por ela, com o intuito de ajudar as pessoas da comunidade. Por falta de condições para manter o centro, deu então início ao projecto de acolhimento de crianças, começando com seis crianças que encontrou perdidas no caminho entre Moxico e Luanda.

Actualmente, o Lar Santa Madalena abriga 33 crianças e recebe quase 500 crianças durante o dia para as aulas; estas passam todo o dia no lar, onde fazem as suas refeições. Ao longo dos anos, o Lar contou com vários patrocínios, apesar de inconstantes, incluindo livros e comida doados pelo Governador do Uíge, Paulo Pombolo; do Tribunal de Contas recebeu 33 camas e colchões e um milhão de kwanzas, que serviram para a construção da escola e melhoramento da estrutura do lar. Hoje, para além de receber e cuidar das crianças, o lar tem como principal objectivo formar as suas crianças até ao ensino médio.

Ler Artigo Completo

Mais Lidas