Ver Angola

Tecnologia

Dispositivo ultravioleta ‘made in Angola’ usado no combate à covid-19

Rui Santos, um engenheiro angolano, criou um dispositivo que consegue eliminar microrganismos de superfícies. O 'engenho', que funciona à base de raios ultravioletas, é uma descoberta que ajudará a combater a covid-19, uma vez que em poucos minutos é possível deixar uma superfície limpa e livre de microrganismos.

:

O engenheiro revelou que todo o processo de fabrico, consultoria, validação e certificação do dispositivo – que já é usado, desde 2012, pela empresa de tratamento de água Gotapura – foi resultado do seu próprio investimento.

Afirmando que "o objectivo não é apenas atender o mercado interno", mas sim avançar para o mercado global, o angolano, em declarações à Televisão Pública de Angola (TPA), admitiu que para já não é possível fabricar o dispositivo em larga escala.

Por agora, o dispositivo custa 190 mil kwanzas, mas o objectivo é começar a produzir em massa, tornando o preço mais barato e atractivo.