Ver Angola

Defesa

SIC detém cabecilha de rede de falsificação de testes à covid-19

O Serviço de Investigação Criminal (SIC) deteve, esta Terça-feira, em Luanda, um cidadão de 30 anos suspeito de ser o cabecilha da rede de falsificação de comprovativos de testes à covid-19.

: Lusa
Lusa  

Em comunicado, citado pela Angop, o SIC revela que a "detenção ocorreu no mercado informal dos Kwanzas" e que depois de ter sido detido, o suspeito confessou ser o líder do esquema.

"As forças policiais já estavam no seu encalço há alguns dias e sem hipóteses de fuga foi surpreendido e detido", indica a nota, adiantando que o detido será presente ao Ministério Público para procedimentos processuais.

O documento dá ainda conta de que na passada Quinta-feira, dia 13, outros dois elementos do grupo foram detidos, também no mercado dos Kwanzas.

Segundo o SIC, o grupo usava uma reprografia localizada no mercado dos Kwanzas para falsificar os testes. Indivíduos que queriam viajar para fora da capital procuravam este grupo para falsificar os seus resultados, indicam as autoridades.

Cada cliente pagava 25 mil kwanzas pelo comprovativo, 15 mil kwanzas pelo teste e 10 mil pela credencial de circulação da viatura.