Ver Angola

Cultura

Documentário angolano “Para lá dos meus passos” vale nomeação para melhor realizadora a Kamy Lara

A realizadora do documentário “Para lá dos meus passos”, que se foca na dança contemporânea do nosso país, está nomeada para o prémio de melhor realizadora africana nos Adiaha Awards.

:

"O prémio para o qual a realizadora Kamy Lara está nomeada tem como objectivo reconhecer e incentivar mulheres africanas a contarem histórias dos seus países e da sua realidade através do formato documentário", pode ler-se num comunicado remetido ao VerAngola.

Os Adiaha Awards são uma iniciativa da organização pan-africana sem fins lucrativos Ladima Foundation. Esta organização, de acordo com a nota, foi criada com o intuito de "contribuir para a correcção dos principais desequilíbrios de género nas indústrias de cinema, televisão e conteúdos".

"Para lá dos meus passos", que contou com a produção da Geração 80 e com o apoio do Banco Económico, vai agora voltar aos ecrãs: o documentário vai ser exibido no Encounters Film Festival 2020, que este ano se realiza via online e que terá uma programação parcialmente gratuita de 20 a 30 de Agosto.

Focando-se na dança contemporânea do país, este documentário conta o "processo de montagem do espectáculo exibido em 2017 pela Companhia de Dança Contemporânea de Angola" e acompanha "a vida de cinco bailarinos que exploram os conceitos de tradição, cultura, memória e identidade, ao mesmo tempo que questionam a transformação e a desconstrução destes temas nas suas vidas".

Relacionado