Ver Angola

Sociedade

Isabel dos Santos quis ser paga em dinheiro depois de bens terem sido arrestados

Após a justiça angolana ter arrestado os bens de Isabel dos Santos, a empresária terá pedido à Unitel, onde é administradora, para que o seu salário, no valor de cerca de 50 mil dólares líquidos por mês, lhe fosse pago em dinheiro em vez da habitual transferência bancária.

:

De acordo com a notícia avançada pelo jornal Público esta Segunda-feira, Isabel dos Santos terá apresentado o seu pedido via carta. Peço "que a partir da data de hoje a forma de pagamento da remuneração acordada seja efectuada em numerário e em mão, para levantamento na sede da empresa ou num balcão do banco que me vier a ser indicado por V/ para o efeito", indicou a empresária, numa carta de Abril noticiada pelo Público.

No entanto, a empresária terá alegadamente ameaçado os outros administradores da Unitel com o avanço de um processo judicial, depois de o seu pedido ter sido rejeitado pela administração da operadora.

A empresária detém 25 por cento da Unitel e, apesar de aos seus bens terem sido arrestados, Isabel dos Santos continua a fazer parte do conselho de administração até Maio do próximo ano, podendo assim continuar a receber salário.

Quanto à Efacec, em que o Estado português decidiu nacionalizar, o diário realça que a compra feita pela empresária terá sido financiada por contas bancárias pelos offshores de Malta e da Zona Franca da Madeira.

Relacionado