PR diz que Cabo Verde é uma das “democracias mais consolidadas” em África

O Presidente João Lourenço classificou Cabo Verde como uma das “democracias mais consolidadas” em África, prometendo, a propósito dos 44 anos da independência cabo-verdiana, o reforço das relações bilaterais.
José Sena Goulão:
    José Sena Goulão

A posição consta da mensagem de felicitação enviada esta Sexta-feira pelo chefe de Estado ao Governo de Cabo Verde, conforme nota da Casa Civil do Presidente da República, a que a Lusa teve acesso.

“Estes 44 anos de independência fizeram do vosso país uma das democracias mais consolidadas do continente africano, pelo que é minha convicção que o povo cabo-verdiano continuará a trabalhar para dar passos firmes tendentes a transformar o vosso grande país numa das nações mais prósperas do continente africano”, lê-se na mensagem.

Cabo Verde proclamou a independência de Portugal a 5 de Julho de 1975, data que se assinala esta Sexta-feira naquele país insular com várias iniciativas oficiais.

Na mensagem, João Lourenço, transmite ao executivo cabo-verdiano a “firme disposição” em conjugar “esforços no sentido de melhorarmos cada vez mais os históricos laços de cooperação e amizade existentes nos mais variados sectores da vida social de Angola e Cabo Verde”.

“Quer a nível bilateral, como a nível dos PALOP [Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa], bem como conjuntamente trabalharmos para transformarmos essa grande organização num órgão que defenda cada vez mais os interesses dos seus integrantes a nível da CPLP [Comunidade de Países de Língua Portuguesa, cuja presidência rotativa está a cargo de Cabo Verde]”, acrescenta o Presidente na mensagem.

Mais Lidas