Maior hotel de Angola é inaugurado a 1 de Julho em Cabinda

A Thomson Group International (TGI), em parceria com empresários angolanos, vai inaugurar a 1 de Julho próximo, em Cabinda, o maior hotel de Angola, com 600 quartos, disse à agência Lusa, em Luanda, o presidente da empresa.
:
  

Alexander Thomson-Payan, presidente e fundador da norte-americana TGI, sublinhou que o investimento ronda os 50 milhões de dólares e que a unidade hoteleira está integrada num complexo de 53 hectares, albergando também zonas para escritórios, com 16 edifícios, incluindo armazéns.

O empreendimento, a cerca de três quilómetros da base militar de Malongo e situado na costa a norte da cidade de Cabinda, conta também com vários equipamentos de lazer, como ginásios, campos de basquetebol, voleibol e de futebol de praia, segurança 24 horas/dia, restaurantes, centros de entretenimento, piscinas, centro de saúde.

Alexander Thomson-Payan falava à Lusa à margem da conferência Angola Oil & Gas 2019, certame iniciado Terça-feira no Centro de Convenções de Talatona, a sul de Luanda, onde a empresa está presente.

"Trata-se de um 'campus de acomodação', uma 'vila industrial', que contará com o maior hotel em Angola", sublinhou, indicando que o investimento em Cabinda, que contou com o apoio financeiro de um fundo de investimento norte-americano, foi concluído em parceria com a Exception Service and Suply Angola (ESS Angola) e com os empresários angolanos Hélder Kiala e Carlos Fernandes.

A ESS Angola, ligada à Thomson Group International - Holdings & Investments, é membro da Compassa Group PLC, um dos maiores grupos de serviços de alimentação e abastecimento no mundo.

Em Angola, a ESS é líder de mercado no fornecimento de serviços de alimentação e de apoio suporte às principais empresas das indústrias do Petróleo e Gás, Construção e Minas.

Mais Lidas