ANPGB, Chevron e Sonangol assinam acordo de cooperação para avaliar bloco petrolífero 34

A Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANPGB), a Cabinda Gulf Oil Company Limited, representada pela Chevron Southwest Africa Limited, e a Sonangol assinaram um protocolo de cooperação para o estudo e avaliação técnica do bloco 34.
:
  

Segundo uma nota da ANPGB, enviada à agência Lusa, as três entidades pretendem conhecer o potencial do bloco 34, situado no ‘offshore’ da bacia do Baixo Congo, em Angola, tendo o acordo estabelecido as linhas de intervenção do projecto.

Com a assinatura deste protocolo, as partes comprometem-se a avaliar conjuntamente os "dados geológicos, geofísicos, petro-físicos e outros", bem como "diversas informações técnicas", com vista a uma potencial futura exploração do bloco.

"Este estudo vem reforçar o nosso compromisso de longo prazo para o desenvolvimento sustentável do sector petrolífero em Angola e representa o nosso primeiro interesse num bloco situado na bacia do Baixo Congo", disse o director-geral da Chevron em Angola, Derek Magness, citado no comunicado.

O presidente do Conselho de Administração da ANPGB, Paulino Jerónimo, sublinhou, por seu lado, que o acordo "demonstra a forte parceria" entre Angola e a Chevron, e o compromisso de se trabalhar em conjunto para se conhecer melhor o potencial de exploração do país.

Paulino Jerónimo adiantou que “os resultados deste estudo respondem ao apelo” do Presidente João Lourenço, “para mitigar o declínio da produção e para promover a diversificação da economia” do país.

Já o presidente do Conselho de Administração da Sonangol, Gaspar Martins, também citado na nota de imprensa, destacou a importância do trabalho em conjunto entre as três entidades, "para se consumar o objectivo da diversificação e do aumento da produção de petróleo em Angola".

Mais Lidas