Ver Angola

Sociedade

Angola e Noruega sorteiam 300 bolsas de formação para jovens. País europeu vai financiar bolsas

O Governo, juntamente com a Noruega e as Nações Unidas, decidiu apostar na formação técnico-profissional dos jovens residentes no município do Cazenga. Nesse sentido, no âmbito do projecto de promoção e desenvolvimento de competências e criação de emprego para jovens, foram sorteadas 300 bolsas de formação.

:

Totalmente financiadas pela Noruega, as bolsas estão avaliadas em 512 mil e 600 dólares e destinam-se a jovens dos 14 a 24 anos que moram naquele município.

De acordo com o director geral do Instituto Nacional do Emprego e de Formação Profissional (INEFOP), Manuel Mbangui, as pessoas com deficiência física e mães adolescentes vão ter prioridade no processo.

"As pessoas com deficiências físicas que se inscreveram e que foram selecionadas porque vivem no Cazenga não vão participar no processo de sorteio. Ou seja, eles têm uma inclusão directa. Outro aspecto também aqui tem a ver com as mulheres, mas estamos a falar das jovens mães adolescentes", começou por explicar o responsável, em declarações à Rádio Nacional de Angola (RNA).

Por sua vez, o embaixador da Noruega, Kikkan Haugen, considerou que a atribuição destas bolsas vai "promover o desenvolvimento de competências e da criação de emprego para os jovens".

Admitiu ainda que este sorteio não vai apenas beneficiar "directamente os jovens angolanos", mas também vai "indirectamente beneficiar os seus familiares".

Já a ministra da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, Teresa Rodrigues Dias, afirmou que "a aposta da formação profissional torna-se um meio e uma ferramenta fundamental pois contribui para a mudança do perfil técnico e social dos jovens que frequentam estas acções, aumentando assim as suas qualificações".

Por outro lado também se assume "como um factor de sustentabilidade do desenvolvimento sócio-económico pois contribui para redução da exclusão social", completou.