Ver Angola

Defesa

Polícia detém vietnamita acusado de ser mandante de assaltos a compatriotas

As autoridades policiais do país detiveram, em Luanda, um cidadão vietnamita acusado de ser o mandante de vários assaltos a conterrâneos seus em Luanda e nas províncias do Huambo e Cuando Cubango, informou esta Terça-feira o Serviço de Investigação Criminal.

:

De acordo com uma nota à imprensa, a que a Lusa teve acesso, além do cidadão vietnamita foram detidos quatro angolanos, por um crime de roubo qualificado, com recurso a arma-de-fogo, realizado em Dezembro do ano passado, tendo as detenções ocorrido entre os dias 4 e 5 deste mês e anunciadas esta Terça-feira.

O assalto, realizado a mando do cidadão vietnamita detido, ocorreu no dia 29 de Dezembro de 2020 na residência do seu conterrâneo, no bairro Morro Bento, na cidade de Luanda, tendo os implicados sob tortura e ameaça de morte subtraído avultadas somas em dinheiro, na ordem dos 15.000 dólares e 20 milhões de kwanzas.

O acto resultou ainda na subtração de artigos diversos, nomeadamente seis telemóveis, aparelho de controlo e monitorização das câmaras de vídeo vigilância, relógio e fio, ambos de ouro, avaliados em 9000 dólares e várias peças de roupa de marca.

"A investigação apurou o envolvimento do mandante do grupo em outros crimes de roubo contra cidadãos vietnamitas, em Luanda, Huambo, Cuando Cubango, e a participação dos outros elementos em assaltos a mão armada nas saídas de bancos, em 2014 e 2019, sendo que dois desses foram postos em liberdade no ano passado", refere o comunicado.

Os detidos foram já presentes ao Ministério Público, ficando em prisão preventiva, enquanto as diligências prosseguem para capturar um dos integrantes do grupo em fuga e determinar outros meios, bem como artigos adquiridos com dinheiro subtraídos do lesado à data dos factos.