Ver Angola

Sociedade

Estado de emergência: angolanos consumiram mais televisão e durante mais tempo

A covid-19 trouxe uma nova realidade e as pessoas tiveram de mudar muitos comportamentos para se prevenirem da doença. Segundo um estudo da Marktest Angola, durante o estado de emergência os angolanos consumiram, por dia, mais televisão e durante mais tempo.

:

Em comunicado enviado ao VerAngola, a Marktest revela que as audiências aumentaram cerca de 7 por cento comparativamente ao ano passado. Em Abril de 2019, as audiências eram de 63 por cento, enquanto que em Abril deste ano chegaram aos 70 por cento.

O tempo médio que as pessoas passam a ver televisão por dia também aumentou: no ano passado os angolanos gastaram 2 horas e 41 minutos a ver televisão por dia enquanto que em Abril deste ano o número médio de horas gastas foi de 3 horas e 45 minutos.

Quanto aos canais preferidos da população surge a TV Zimbo e a TPA1 com o maior número de audiências, seguidos pelo ZAP Viva.

O estudo indica ainda que, comparativamente a 2019, os canais noticiosos foram os que mais captaram a atenção dos angolanos . Já os "canais com conteúdos ligados a novelas e entretenimento viram a sua audiência a baixar".

O telejornal da TPA1 e o Fala Angola da TV Zimbo foram os programas mais vistos em Abril, revela o estudo.

Dos inquiridos, 19,2 por cento disse que o apresentador Ernesto Bartolomeu era o seu preferido, seguido por Salu Gonçalves (11 por cento) e Igor Benza, com 10,9 por cento.

O estudo foi realizado a 1531 pessoas, de ambos os sexos, com mais de 15 anos, residentes em Luanda.