Ver Angola

Saúde

Sílvia Lutucuta discursa em assembleia da OMS e pede estratégia pragmática e inovadora no combate ao vírus

Sílvia Lutucuta, ministra da Saúde, pediu aos países para se unirem e trabalharem em conjunto, para que a estratégia de resposta à pandemia da covid-19 seja inovadora e pragmática, tornando mais eficiente o controlo do vírus.

:

A titular da pasta da Saúde, que falava na abertura da 73.ª Assembleia da Organização Mundial da Saúde (OMS) através de vídeo-conferência, pediu para que os vários países do mundo se unam para que a acção de combate contra o vírus seja coordenada e, assim, assegurar uma resposta mais eficaz.

No seu discurso, Sílvia Lutucuta pediu ainda ajuda à OMS para diminuir a propagação do vírus em Angola. A realização em massa de testes à covid-19 e o reforço no sistema de vigilância das fronteiras foram alguns dos desafios apontados pela titular da pasta da Saúde, que pediu auxílio à OMS para os conseguir ultrapassar.

As medidas adoptadas pelo país logo após o surto ter sido identificado no continente africano – como o encerramento das fronteiras, proibição de voos comerciais e privados, implementação de quarentena obrigatória institucional e domiciliar, vigilância de casos suspeitos, entre outras – ajudaram a controlar a propagação da covid-19 em Angola, admitiu.

Segundo o Ministério da Saúde, a ministra também "apresentou as contribuições à proposta de resolução sobre a resposta à covid-19, submetida e concertada pelos representantes dos países em Genebra, bem como às declarações apresentadas pelo Grupo Africano e Movimento Não Alinhado (NAM) e às deliberações propostas pelo Conselho Executivo da OMS".