Ex-embaixador angolano na Etiópia e União Africana em prisão preventiva por peculato

A Procuradoria-Geral da República (PGR) anunciou a detenção do ex-embaixador de Angola na Etiópia e junto da União Africana Arcanjo do Nascimento, "por existirem fortes indícios de ter cometido crimes de peculato", encontrando-se em prisão preventiva.
:
  

Em comunicado a que agência Lusa teve acesso, a PGR refere que decorre a investigação e instrução do processo-crime, no âmbito do qual o antigo embaixador foi submetido a interrogatório de arguido.

A medida de coação aplicada pelo Ministério Público é justificada com novos elementos de prova carreados no processo, com vista a salvaguardar o interesse da investigação.

Arcanjo do Nascimento, que era embaixador de Angola na Etiópia e junto da União Africana desde 2011, foi exonerado pelo Presidente João Lourenço, em Outubro de 2018.

Mais Lidas