Ver Angola

Sociedade

Centro de acolhimento provisório de Viana acolhe mais de 100 sem-abrigo

O centro de acolhimento provisório, instalado em Viana, acolheu 105 pessoas que faziam das ruas a sua casa. O centro foi criado como medida de combate à covid-19.

:

Das 105 pessoas que estão actualmente no centro de acolhimento do Distrito Urbano do Kikuxi, no município de Viana, 11 são meninas com menos de 15 anos, segundo revelou Paula Contreiras, Directora Municipal da Acção Social.

Em declarações à Angop, a responsável, que falava à margem da recepção de bem de higiene doados pela Basel – Sociedade de Detergentes SA, admitiu que o número de pessoas que vão ficar no centro deverá aumentar, uma vez que a recolha de sem-abrigo nas ruas do país vai ser intensificada enquanto o estado de emergência vigorar.

O centro é composto por um total 109 quartos, dos quais 50 já estão habitados, indicou.

Recorde-se ainda que na Segunda-feira foi igualmente inaugurado um centro de acolhimento no Bairro dos Ramiros, em Belas, que tem capacidade para receber 250 pessoas.

Relacionado