Ver Angola

Energia

Sonangol lança concurso público para vender participações em nove empresas

A Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol) lançou, esta Quinta-feira, um concurso público internacional com vista a alienar as suas participações em nove empresas.

:

Os anúncios dos concursos - aos quais a Angop teve acesso - mencionam empresas como a Sociedade Petromar, da qual a petrolífera quer alienar 30 por cento do seu capital. Também a Sonatide Marine Limited e Sonatide Marine Angola Limitada constam da lista, para uma alienação de 51 por cento do capital em cada uma destas empresas. Seguem-se a Sonameta Industrial S.A e Sonarcergy - Serviços e Construções Petrolíferas, Lda, das quais a Sonangol pertence alienar 40 por cento do capital de cada.

A lista continua com a venda das participações na Paenal - Porto Amboim Estaleiros Navais (10 por cento), SBM Shipyard (33 por cento), Sonadiets LDA (30 por cento) e Sonadiets Services, S.A. (30 por cento).

A venda destas participações está enquadrada no programa de privatizações da empresa, sendo que o concurso público estará a ser conduzido pela Comissão de Negociação para o Processo de Alienação da Quota da Sonangol no Segmento de Recursos Minerais e Petróleos.

Aos candidatos são exigidos documentos de habilitação, nos termos do programa do concurso, bem como uma caução provisória que se situa entre os sete e os quinze mil dólares (ou o equivalente em kwanzas, à taxa de câmbio do BNA). 

A apresentação das candidaturas será feita a curto prazo, mas com diferentes timmings, consoante cada participação a alienar. As candidaturas à participação na Petromar deverão ser apresentadas até 30 de Maio, com a proposta a ter de ser entregue até 23 de Julho.

No que diz respeito à Sonatide Marine Limited e Sonatide Marine Angola os prazos são 15 de Maio para candidaturas e 15 de Junho para apresentação de proposta.

O programa de privatizações contempla um total de 54 participações da Sonangol a serem alienadas em Angola e no estrangeiro. Em Janeiro deste ano a petrolífera lançou um concurso público para alienação de participações em seis empresas ligadas ao ramo do turismo e das viagens com actividades em Angola, Portugal, EUA e França.

Relacionado