Ver Angola

Desporto

Estádios permanecem vazios. FAF decide cancelar Girabola

O Girabola não vai regressar este ano. A Federação Angolana de Futebol (FAF) reuniu-se com os líderes dos clubes que fazem parte da competição na manhã desta Quinta-feira, que decidiram - por consenso - cancelar o campeonato.

:

A competição tinha sido colocada em pausa em Março, depois de a pandemia de covid-19 ter chegado ao país, mas foi agora anulado. Ou seja, o Girabola já não regressará esta época.

A decisão foi anunciada esta Quinta-feira, no final da reunião entre a FAF e os 15 dirigentes dos clubes, escreve a Angop. Sabe-se que existiu um consenso entre todos os clubes que terá levado a esta decisão, que visa sobretudo "salvaguardar a saúde e os gastos avultados com atletas cujos contratos expiram em maio".

Segundo porta-voz dos clubes no encontro, Tomás Faria, duas principais razões levaram as equipas a decidirem em consenso pelo fim da presente época do campeonato, nomeadamente as cautelas em torno da pandemia e a questão dos contratos dos atletas.

Quanto aos contratos, o responsável explicou que "a maior parte dos clubes fazem contrato apenas por uma época", frisou, constitui a segunda razão dos clubes para a anulação da prova.

"Por isso, depois de 31 de maio os contratos estão todos caducados e os clubes não têm condições de os renovar sem que haja uma luz no fundo do túnel sobre possível fim desta pandemia", explicou.

Antes de o Girabola ter sido interrompido, o Petro de Luanda liderava a tabela classificativa, seguido pelo 1.º de Agosto. Como terminaram no topo da tabela, serão estes dois clubes que irão representar o país na Liga Africana de Clubes Campeões.

"Para fazermos desporto temos que ter saúde, a saúde está em primeiro lugar e vamos deixar que esta pandemia termine e com segurança voltarmos para a nossa atividade futebolística", assinalou.

Quanto à próxima temporada, Tomás Faria entende que a mesma terá de começar cinco semanas após a pandemia.

Relacionado