Ver Angola

Economia

Angola e Guiné Equatorial reforçam relações económicas

O Governo da Guiné Equatorial quer reforçar as relações económicas com Angola, nomeadamente na área da banca e dos serviços financeiros, anunciou hoje, em Luanda, o vice-ministro da Economia, Planeamento e Investimentos Públicos daquele país, Valentin Ela Maye.

:

O governante, enviado especial do Presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang, falava aos jornalistas no final de uma audiência, no Palácio Presidencial, com o chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos. "As relações estão muito bem. Os dois presidentes têm encontros cada vez que têm oportunidade", disse Valentin Ela Maye, referindo-se às relações entre os dois países africanos, membros da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP).

"Abordamos temas sobre o investimento na Guiné Equatorial, como na banca, serviços financeiros e outras áreas de cooperação. Que podem interessar tanto a Angola como à Guiné Equatorial, como a criação, por exemplo, de zonas económicas exclusivas, para poder aproximar as relações entre os dois países", rematou.

Angola e Guiné Equatorial, dois importantes produtores de petróleo de África, integram igualmente a área do Golfo da Guiné e mantêm relações de cooperação, entre outros, nos domínios da economia, energia e de segurança.