Ver Angola

Política

Novos embaixadores apresentam cartas credenciais e comprometem-se no reforço das relações bilaterais

Tratam-se dos embaixadores não residentes da República da Indonésia, Wisnu Edi Pratignyo, da República do Burundi, Pascal Ruhomuyumworo, do Reino da Arabia Saudita, Osamah Krenshi, e do embaixador residente da República Árabe Saharoui Democrática, Hamdi El Jalil Aali.

:

Com a entrega das cartas credenciais, os quatro diplomatas iniciam as suas missões em Angola, onde garantem realizar "um árduo trabalho para o reforço das relações bilaterais a todos os níveis e para o desenvolvimento do país", refere um comunicado do Governo a que o VerAngola teve acesso.

O embaixador da Indonésia, Wisnu Edi Pratignyo, disse que o seu país pretende trazer investimentos para Angola e a sua experiência como produtor e exportador de petróleo, não dependendo de energias fósseis para alavancar outras áreas da economia.

O diplomata, que já trabalhou em Praga, ex-Checoslováquia, Banguecoque e Pequim, recordou que Angola e Indonésia, em 2018 e 2019, realizaram dois importantes eventos, nomeadamente o Fórum de Desenvolvimento Industrial e o Fórum de Diversificação da Economia África – Indonésia.

Para aprofundar as relações entre Angola e a República Árabe Saharaoui Democrática, Hamdi El Jalil Aali disse que não vai medir esforços. "É uma honra ter sido nomeado para esta missão neste grande país, com quem partilhamos histórias antigas desde a época de luta armada para a independência de Angola", referiu o diplomata, que já desempenhou várias funções nas forças armadas e no Ministério de Defesa do seu país.

Já o embaixador da República do Burundi, Pascal Ruhomuyumworo, acreditado em Angola mas com residência na República da Zâmbia, transmitiu a satisfação do Presidente do seu país por ter boas relações de cooperação com Angola e ter recebido apoio durante todo o período de crise que o Burundi passou. Este embaixador exerceu várias funções diplomáticas no seu país e missões no Reino da Noruega e na República da Zâmbia.

O embaixador do Reino da Arabia Saudita, Osamah Krenshi, que não falou à imprensa, tem em 48 anos, mestrado em Ciências Políticas e foi presidente do Departamento dos Assuntos Diplomáticos do Ministério das Relações Exteriores da Arabia Saudita na região de Santa Meca.