Ver Angola

Política

Vera Daves anuncia recessão. OGE vai ser revisto e petróleo não passa dos 35 USD/barril

O Orçamento de Estado (OGE) 2020 vai mesmo ser revisto, com a nova proposta a ser apresentada até à primeira quinzena de Maio. A informação foi avançada pela própria ministra das Finanças, Vera Daves, no final da terceira reunião extraordinária do Conselho de Ministros.

:

De acordo com um comunicado do Ministério das Finanças a que o VerAngola teve acesso, a proposta de revisão do OGE "decorre da queda do preço do barril de petróleo e terá como pressuposto um preço médio de referência do petróleo de, no máximo, 35 USD". Desta forma, haverá uma redução de 20 dólares em relação ao OGE inicialmente aprovado.

"Teremos uma ligeira queda da produção petrolífera que irá cifrar-se em 1,36 milhões de barris de petróleo por dia e a manutenção dos níveis de produção de diamantes. Aqui iremos assistir também a uma redução do preço médio do quilate que passaria dos 162 USD para os 100,3 USD", avançou Vera Daves.

A ministra alertou ainda que, com a redução na arrecadação, o país irá assistir a um agravamento da depreciação cambial e a uma inflação acima do esperado.

Frisou que as previsões macroeconómicas para 2020 assinalam uma recessão em 2020 em torno de 1,21 por cento, como resultado da degradação do quadro económico envolvente.

Este desempenho do PIB é resultado de uma expectativa de redução da produção petrolífera em 0,17 por cento, combinada com uma redução do PIB não petrolífero em 0,98 por cento, entende o Ministério das Finanças.

Adicionalmente, a ministra anunciou o adiamento da remoção dos subsídios aos combustíveis que estava prevista para o segundo semestre do corrente ano, e a fusão de Departamentos Ministeriais, medidas aprovadas pelo Conselho de Ministros.

Relacionado