Ver Angola

Energia

Oxford Economic: Angola é dos países mais afectados pela descida dos preços do petróleo

A consultora Oxford Economics considera que Angola e Moçambique são os dois produtores de matérias-primas a nível mundial que mais vão sofrer com a descida dos preços do petróleo, cujo valor caiu 50 por cento nas últimas semanas.

:

"Com o preço a cair para perto de 30 dólares por barril, a pressão está a acumular-se nos produtores de petróleo e de matérias-primas, principalmente entre os dos mercados emergentes, que vão precisar de rever os orçamentos nos próximos meses, de forma mais severa para aqueles que não tomaram medidas preventivas suficientes", escrevem os analistas da Oxford Economics.

Numa nota de análise aos efeitos da descida do preço do petróleo nos países produtores de matérias-primas, enviada aos investidores e a que a Lusa teve acesso, esta consultora coloca Moçambique e Angola como os mais desprotegidos face à queda dos preços, numa lista em que o Iraque completa o pódio.

"Identificamos três canais de fraqueza: dependência do petróleo e outras matérias-primas nas finanças públicas, riscos de liquidez e risco soberano de cada país", lê-se na análise, que coloca a dívida pública de Angola nos 95 por cento e a de Moçambique nos 108,8 por cento no final do ano passado.

"Várias economias de pequena dimensão, como Moçambique, Angola e Bolívia também estão mal preparadas para enfrentar reveses orçamentais e da balança corrente, sendo que os dois primeiros também estão expostos a uma fatia elevada de dívida de curto prazo", lê-se ainda na nota.