Ver Angola

Economia

Cooperação com Portugal pode aliviar dificuldades económicas de Angola

Em Angola a preparar um Programa Estratégico de Cooperação (PEC), o secretário de Estado para a Cooperação do Ministério dos Negócios Estrangeiros de Portugal afirmou que é através da cooperação entre os dois países que as dificuldades de Angola podem e dever se aligeiradas.

R.Maro:

O governante português referia-se à crise económica por que Angola tem passado nos últimos tempos com a quebra do preço do barril de petróleo, que tem afectado igualmente empresas portuguesas no país africano.

Segundo Luís Ferreira Campos, através da cooperação, as relações entre os dois países são reforçadas e aprofundadas, e pela mesma via as dificuldades devem ser aliviadas. "São dificuldades que existem, não podem ser negadas, mas são circunstanciais, conjunturais e cabe também à cooperação, ao diálogo político e diplomático, aliviar essas dificuldades, de formas a que a relação entre Portugal e Angola continue a ter efeitos muito positivos e produtivos para ambos os países", sublinhou o governante português.

Por seu turno, a Secretária de Estado para a Cooperação do Ministério das Relações Exteriores de Angola, Ângela Bragança, frisou que a situação é conjuntural e perante a situação de crise económica o Governo angolano teve de realizar adaptações ao novo cenário económico do país. "Não podíamos perante uma situação de crise adoptar os mesmos procedimentos anteriores. Foi necessário fazer adaptações, houve necessidade de fazer adaptações na gestão das divisas, sobretudo também no planeamento das importações, o país hoje tem menos capacidade", disse Ângela Bragança.