Ponte entre Benguela e Huíla cede pela terceira vez em seis meses

A circulação rodoviária entre as províncias de Benguela e da Huíla voltou a estar cortada, pela terceira vez em seis meses, porque parte da ponte metálica cedeu, supostamente devido ao excesso de carga de um camião.
:
  

Segundo técnicos do Instituto Nacional de Estradas de Angola (INEA), citados esta Terça-feira pela agência noticiosa Angop, a ponte cedeu na Segunda-feira quando um camião carregado, ao serviço da barragem de Laúca, danificou dois painéis da infra-estrutura.

A mesma ponte tinha sido afectada a 23 de Janeiro passado, na sequência de um acidente rodoviário, que envolveu um camião e um veículo ligeiro, resultando na morte de sete pessoas e o ferimento de 10 outras.

A circulação está cortada nos dois sentidos entre as duas províncias, mas já estão em curso os trabalhos de abertura de uma via alternativa provisória, para permitir a circulação do elevado número de veículos que se encontram parados no local.

Além da abertura da via alternativa, de acordo com os técnicos do INEA, os trabalhos contemplam a reparação paliativa da estrutura metálica, com a reposição dos painéis danificados.

Mais Lidas