Ver Angola

Saúde

Ilda Henriqueta da Silva é a primeira angolana a ser vacinada contra a covid-19 no Brasil

Ilda Henriqueta da Silva é a primeira angolana a ser vacinada contra a covid-19 no Brasil. A angolana disse estar “muito feliz e esperançosa” que a vacina chegue a todo o mundo e incentivou os angolanos a não perderem a esperança porque melhores dias virão.

:

"Estou muito feliz e esperançosa que chegue a vacina para todo mundo, infelizmente, nesta primeira fase, só as pessoas que estão na linha da frente e idosos poderão apanhar a vacina, mas já é um bom começo. O vírus já ceifou muitas vidas, mas, claro, não podemos perder a esperança que dias melhores virão", disse a angolana em declarações ao Platinaline.

Ilda Henriqueta da Silva revelou que não sofreu, para já, qualquer efeito colateral da vacina: "Não tive nenhum efeito colateral ou problema com a ingestão da vacina, não senti nada de diferente, foi-me dada a primeira dose e voltarei a tomar outra dose em Fevereiro".

Disse ainda estar confiante de que todo o trabalho e esforço empregue no combate à pandemia "será satisfatório".

"Quero impulsionar o povo angolano a crer em dias melhores e a levar em conta o trabalho que tem sido feito por todos os profissionais dedicados a uma solução para combater este problema, teremos dias melhores, vamos ter fé e ajudar cada um, de forma correcta, solidária e com responsabilidade", completou.

Ilda deixou Angola em 2014 para ir estudar para o Brasil, tendo-se formado em Recursos Humanos. Tirou uma pós-graduação em Psicologia Organizacional e, há quatro anos que trabalha no sector da Saúde, no Brasil.