Ver Angola

Banca e Seguros

Banco de Crédito do Sul tentou ficar com o BCI no leilão vencido pelo Grupo Carrinho

Veio agora a público a informação de que o Banco de Crédito do Sul (BCS) seria o segundo licitante do leilão em bolsa no qual o Grupo Carrinho adquiriu as 100.000 acções necessárias para a compra do Banco de Comércio de Indústria (BCI).

:

Segundo avança o Expansão, o banco cuja estrutura accionista é composta por Rafael Arcanjo Kapose (47 por cento), Francisca Kamia Kapose (45,00 por cento), Severiano Tyihongo Kapose (5 por cento), Maria do Céu Figueira (2,5 por cento) e Sérgio da Cunha Velho (0,5 por cento), foi um dois dois licitantes que participaram no leilão, decorrido a 17 de Dezembro.

O Banco de Comércio e Indústria foi vendido por 29 milhões de dólares, sendo a oferta mais alta de 162 mil kwanzas por cada uma das 100 mil acções levadas a leilão. Esta última oferta foi colocada em cima da mesa pelo Grupo Carrinho Empreendimentos, que adquiriu assim a totalidade (100 por cento) do capital da instituição financeira.

Contrariamente ao que era esperado, o BCI foi assim vendido a uma empresa ligada à produção e embalamento de bens alimentares, ao invés de a outra instituição financeira com intenções de crescimento no mercado nacional.

Relacionado