Ver Angola

Comércio

Da Huíla para Portugal. Fazenda Jamba reforça produção de morangos com os olhos postos na exportação

A Fazenda Jamba, localizada no município da Humpata, na Huíla, decidiu melhorar as condições agrícolas e reforçar a produção de morangos. Com o aumento da produção deste fruto, que já conquistou o mercado de Luanda, a fazenda prepara-se para atrair os mercados de Benguela e Cunene. No entanto, a fazenda quer ir além-fronteiras e já está a estudar mecanismos para avançar com a exportação deste produto para Portugal, Espanha, entre outros países.

:

A fazenda decidiu aumentar os espaços de cultivo, instalar sistemas de rega gota-a-gota e estufas que conseguem regular a temperatura ambiente e dos solos. A aposta permitiu à fazenda passar a utilizar 30 hectares, dos mais de 450 que possui, para cultivar morangos com recurso a técnicas naturais.

Este reforço visa dar resposta à procura registada nos principais mercados do país, explicou ao Jornal de Angola, o administrador da fazenda, Yudo Borges.

De acordo com o responsável, a fazenda tem actualmente no solo cerca de 600 mil morangueiros. No entanto, está a preparar um novo espaço para colocar mais 150 mil morangueiros importados da África do Sul.

As colheitas podem chegar às 75 toneladas por ano, disse, acrescentado que esta aposta foi surpreende. "Hoje é possível colher à volta de nove toneladas por semana", revelou.

Com o aparecimento de clientes nacionais e estrangeiros, o mercado de Luanda tem sido o que mais absorve este fruto. Dada a elevada procura, o responsável frisou que a fazenda já está a pensar na exportação: já estão a ser estudados mecanismos para se avançar com a exportação deste fruto para a Europa, nomeadamente Portugal e Espanha, entre outros países.

O fazendeiro considerou que o facto de a Jamba ficar a 2000 metros de altitude, de ter temperaturas baixas durante o dia e de o clima ser seco ajudam no cultivo de morangos. "Somos também avantajados pelo facto de na área de cultivo da fruta em referência, haver uma nascente natural que apesar de facilitar a rega das plantas, estabiliza a fertilidade dos solos e manutenção do PH ideal para a produção dum fruto grande e doce", sublinhou.

No mercado há mais de 12 anos, Yudo Borges realçou que a qualidade da fruta da fazenda sempre foi boa: "A performance da nossa fruta já se equipara ao produzido na África do Sul e nalguns países europeus, daí a preferência e aumento de clientes".

Yudo Borges fez saber que para já não será possível aumentar mais a produção, uma vez que não existe uma indústria capaz de transformar o fruto em compotas, sumos, entre outros.

Contudo, se a fazenda continuar a apostar na exploração agrícola será possível "morangos durante vários meses por ano, de modo a serem comercializados em épocas diferentes, o que não acontece com certos países, sendo assim uma via promissora para se antever já a exportação".

Explicando que a Namíbia não produz morangos, adquirindo-os à África do Sul, o aumento do cultivo e colheitas durante todo o ano pode abrir portas a Angola para competir nesse mercado.

A Fazenda Jamba também se destaca na produção de hortaliças (repolho, couve, cenoura, feijão), leite azedo, uvas, maçãs, entre outros.