Registo eleitoral arranca com actualização de dados do Presidente

O processo de actualização do registo eleitoral em Angola arrancou esta Quinta-feira em todo o país, com o acto simbólico de prova de vida e renovação de dados do Presidente, José Eduardo dos Santos.
:
  

No final do acto, o chefe de Estado considerou, em breves declarações à imprensa, o registo eleitoral um acto fundamental para a realização de eleições em 2017.

José Eduardo dos Santos disse que com a sua presença junta-se a todos quantos têm feito apelos aos cidadãos para que aderiam ao processo, realçando o papel dos partidos políticos e dos meios de comunicação social.

O ministro da Administração do Território, Bornito de Sousa, disse na cerimónia de lançamento do processo que a partir de agora todos os cidadãos maiores de 18 anos já registados em processos anteriores, estimados em cerca de nove milhões de eleitores, devem fazer a actualização dos dados, até à primeira quinzena de Outubro.

Bornito de Sousa referiu que numa segunda fase, o processo estende-se aos cidadãos que vão pela primeira vez proceder ao seu registo, cerca de 1,5 milhões de novos eleitores, e para aqueles já registados em 2008 e 2012, que tiverem extraviado os seus cartões de eleitor.

Segundo o ministro, esta tarefa que precede às eleições gerais previstas para Agosto de 2017, "é um compromisso nacional, permanente e irreversível dos angolanos e das instituições do Estado para com a paz e a democracia".

"A partir de hoje em todo o país, os cidadãos angolanos maiores de 18 anos são mobilizados para responder positivamente a este chamamento da pátria, respondendo Angola presente ao processo de registo eleitoral", sublinhou Bornito de Sousa.

Mais Lidas