Comité Central do MPLA elegeu novo vice-presidente e secretário geral do partido

O Comité Central do MPLA elegeu esta Terça-feira em Luanda um novo vice-presidente e um novo secretário-geral, no decorrer da primeira reunião deste órgão após o congresso realizado na semana passada.
:
  

Para o cargo de vice-presidente foi eleito João Lourenço, que detém a pasta da Defesa no Executivo, e para secretário-geral o Comité Central elegeu António Paulo Cassoma, que anteriormente desempenhou os cargos de primeiro-ministro e de presidente da Assembleia Nacional.

António Paulo Cassoma desempenhava até aqui o cargo de secretário do Bureau Político para a política de quadros.

João Lourenço foi eleito com 351 votos a favor, quatro contra e sem abstenção, o correspondente a 98,9 por cento dos votos.

Já António Paulo Cassoma foi eleito com 353 votos a favor, dois contra e nenhuma abstenção, correspondendo a 99,4 por cento da votação.

O Comité Central elegeu ainda, com 351 votos a favor, três contra e uma abstenção, a proposta do líder do partido, José Eduardo dos Santos, dos 47 membros que compõem agora o Bureau Político do MPLA.

Também foi aprovada a comissão de disciplina e auditoria do Comité Central, integrada por 23 membros, com 347 votos a favor, seis contra e nenhuma abstenção, tendo sido eleitos Carlos Alberto Ferreira Pinto para coordenador e João Baptista Kussumua, coordenador adjunto.

O novo Bureau Político elegeu já o seu secretariado, que escolheu para Secretário para as Relações Internacionais, Julião Mateus Paulo "Dino Matrosse", até aqui secretário-geral do partido.

O secretariado daquele órgão decisor do partido fica ainda composto pelos secretários para a Informação e Propaganda, Mário António de Sequeira e Carvalho, para a Administração e Finanças, Joana Lina Baptista, para os Assuntos Políticos e Eleitorais, João de Almeida Martins, para os Quadros, António Paulo Cassoma, para a Organização e Mobilização, Jorge Dombolo, para os Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, Pedro Sebastião, e para os Assuntos Económicos, Manuel Nunes Júnior.

Roberto de Almeida, que até hoje ocupava a vice-presidência do partido, foi eleito sob proposta do líder do partido, presidente da Fundação Sagrada Esperança.

Mais Lidas