Ver Angola

Política

MPLA: Venâncio recolhe assinaturas nas províncias e espera “bom senso” após encerramento das candidaturas

O prazo de submissão das candidaturas à liderança do MPLA encerrou na passada Sexta-feira, mas António Venâncio continua a recolher assinaturas nas províncias. O engenheiro diz esperar “bom senso” por parte do órgão responsável pelas candidaturas, ao qual já solicitou um alargamento do prazo de submissão das candidaturas, mas que até então ainda não obteve qualquer resposta.

: Nelson Francisco Sul/DW
Nelson Francisco Sul/DW  

António Venâncio, que se encontra no Bié desde a manhã desta Terça-feira, revelou que já conseguiu reunir mais de 2000 assinaturas. Citado pela Angop, o engenheiro fez saber que as províncias de Luanda, Cabinda e Cunene já superaram as 100 assinaturas obrigatórias.

Sem especificar, Venâncio indicou que outras províncias ainda precisam de ser 'convencidas'.

De acordo com a Angop, o engenheiro, que já esteve em sete províncias, quer visitar o Cuando Cubango, Cuanza Sul, Huambo e Benguela até à próxima Sexta-feira.

António Venâncio – que já pediu o alargamento do prazo de submissão de candidaturas, mas que ainda não obteve resposta – adiantou que se a sua candidatura não for aceite vai recorrer à Comissão de Disciplina e Auditoria do partido.

A entrega de candidaturas à liderança do partido abriu no mês passado, a 20 de Outubro, tendo decorrido até dia 5 de Novembro. Cada candidato tinha de apresentar uma candidatura com, pelo menos, 2000 assinaturas (100 assinaturas em cada uma das 18 províncias).

Relacionado