Ver Angola

Energia

Mais de 90 por cento das receitas em moeda estrangeira provém do sector petrolífero

O sector petrolífero é a origem de mais de 90 por cento das receitas em moeda estrangeira do país. De acordo com Manuel Nunes Júnior, ministro de Estado para a Coordenação Económica, os dados expressam a contínua dependência económica do país ao petróleo.

:

Independentemente de se verificar uma redução do peso do petróleo na economia do país, o nível das exportações ainda se mantém praticamente inalterado, disse o ministro, considerando que esse panorama tem atingido de forma negativa a economia nacional, sobretudo quando se verificam quebras consideráveis no preço do petróleo.

Manuel Nunes Júnior, que falava na inauguração do primeiro Centro de Alta Tecnologia da África Subsariana, situado no município de Viana, referiu que é preciso reforçar a aposta na diversificação económica, através de uma produção nacional forte, incremento das exportações fora do sector do petróleo bem como substituir os bens importados.

Citado pela Angop, o governante admitiu que é importante que o petróleo continue a originar recursos financeiros suficientes para suportar e apressar a diversificação económica e, consequentemente, tornar Angola menos dependente do sector petrolífero.

Para superar com sucesso esse desafio, Manuel Nunes Júnior garantiu que o Governo está a trabalhar para inverter a existente redução da produção de petróleo, causada pela demora da entrada em funcionamento de novos poços e pelo enfraquecimento natural dos campos de produção.

Além disso, o ministro classificou a entrada em funcionamento do centro de tecnologia como histórica.

Admitiu que este ajudará a gerar empregos e a formar quadros nacionais bem como ajudará a aumentar a eficácia e capacidade da indústria petrolífera do país.

O centro resulta de um investimento privado, no valor de 25 milhões de dólares, da empresa Ake Solutions Angola.