Ver Angola

Banca e Seguros

Cash Center do BNA vai armazenar e tratar mais de 800 milhões de notas por dia

Já arrancou a construção do Cash Center – o novo centro logístico do Banco Nacional de Angola (BNA) – orçado em 32,7 mil milhões de kwanzas. A estrutura, equipada com tecnologia de ponta, vai permitir armazenar e tratar mais de 800 milhões de notas por dia.

:

O edifício, localizado na Zona Económica Especial Luanda-Bengo, começou a ser construído em Agosto, sendo que as obras decorrem a bom ritmo, de acordo com o director do departamento do Meio Circulante do Banco Central, Sebastião Banganga.

A previsão de conclusão é o mês de Julho de 2022, avança ainda o responsável, notando que o Cash Center se enquadra na estratégia de modernização dos serviços do BNA, de forma a revolucionar a gestão do Meio Circundante. As obras estão a cargo da construtora Omatapalo.

À Angop, o director sublinhou ainda que o banco central trabalha também na reabilitação das suas infra-estruturas regionais em diversas províncias como Lunda Norte, Huíla, Benguela e Uíge.

No que diz respeito às províncias em que o BNA não se encontra fisicamente presente, revelou que estão a ser abertas casas de custódia de valores, em parceria com bancos comerciais.

Desta forma, e de acordo com estes novos investimentos, as delegações regionais poderão processar 33 notas com segundo, atingindo uma capacidade de embalamento de 10.000 notas por minuto.

Sebastião Banganga recordou ainda que, a partir do primeiro dia de Janeiro do próximo ano – e até 31 de Julho de 2022 – as notas da série de 2012 perderão liberatório, ou seja, deixarão de ser aceites como meio de pagamento.

Relacionado