Ver Angola

Saúde

Covid-19: África passou barreira dos 50 mil mortos

África passou esta Quarta-feira os 50 mil mortos devido à covid-19, com mais 321 mortes nas últimas 24 horas, e o número total de infectados com o novo coronavírus no continente é de 2.092.279 pessoas, segundo dados oficiais.

:

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o número total de mortos é 50.296 e o novo coronavírus infectou nas últimas 24 horas mais 11.356 pessoas nos 55 Estados-membros da organização.

O número de recuperados em igual período foi de 13.669, para um total de 1.771.334.

O maior número de casos de infecção e de mortos regista-se na África Austral, com 866.977 infecções e 22.704 mortos por covid-19. Nesta região, a África do Sul, o país mais afectado do continente, contabiliza um total de 772.252 casos de infecção e 21.083 mortes.

O Norte de África é a segunda zona mais afectada pela pandemia, registando um total de 699.885 pessoas infectadas e 18.549 mortos.

Na África Oriental, há 258.514 casos e 5011 vítimas mortais, na África Ocidental, o número de infecções é de 202.591, com 2.848 mortos, e a África Central regista 64.312 casos e 1184 óbitos.

O Egipto, que é o segundo país africano com mais vítimas mortais, a seguir à África do Sul, regista 6573 mortos e 113.742 infectados, seguindo-se Marrocos, que contabiliza 5469 vítimas mortais e 331.527 casos de infecção.

Entre os seis países mais afectados estão também a Argélia, que regista 77.000 infecções e 2291 mortos, a Etiópia, que contabiliza 106.591 casos de infecção e 1661 vítimas mortais, e a Nigéria, com 66.607 infectados e 1169 mortos.

Em relação aos países africanos que têm o português como língua oficial, Angola regista 338 óbitos e 14.742 casos, seguindo-se Moçambique (127 mortos e 15.231 casos), Cabo Verde (104 mortos e 10.400 casos), Guiné Equatorial (85 mortos e 5137 casos), Guiné-Bissau (43 mortos e 2422 casos) e São Tomé e Príncipe (17 mortos e 981 casos).