Banco Africano de Desenvolvimento, Portugal e PALOP assinam acordo financeiro

O Banco Africano de Desenvolvimento, Portugal e os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) vão assinar na África do Sul um acordo financeiro que visa promover o desenvolvimento económico privado naqueles estados africanos.
:
  

Fonte do Banco Africano de Desenvolvimento (BAfD) adiantou à Lusa que a assinatura do memorando de entendimento para o "Compacto de Desenvolvimento Financeiro para os Países Lusófonos em África" decorre durante o Fórum para o Investimento em África, organizado pelo BAfD em Joanesburgo.

A iniciativa multilateral será operacionalizada a 1 de Janeiro de 2019 e pretende "acelerar o crescimento inclusivo, sustentável e diversificado do sector privado nos PALOP, que deverá potenciar os instrumentos que o BafD, Portugal e outros parceiros têm ao seu dispor", indicou a mesma fonte.

Na cerimónia de assinatura do acordo vão estar a secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, Teresa Ribeiro, na qualidade de governadora suplente por Portugal junto do Banco Africano de Desenvolvimento, Akinwumi Ayodeji Adesina, presidente do BafD, e representantes dos governos de Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Guiné Equatorial.

O Fórum para o Investimento em África, organizado pelo BafD em parceria com o governo de Gauteng, província envolvente a Joanesburgo e motor da economia da África do Sul, reúne, pela primeira vez na capital sul-africana, entidades governamentais, instituições financeiras e o sector privado, tendo em vista a dinamização do investimento no continente africano.

O Banco Africano de Desenvolvimento estima no relatório "Perspectiva Económica Africana 2018" que o financiamento das necessidades de desenvolvimento do continente ascende a cerca de 700.000 milhões de dólares por ano.

Mais Lidas