Ver Angola

Saúde

Covid-19: África com mais 150 mortes e 3355 infectados nas últimas 24 horas

África registou 150 mortes associadas à covid-19 nas últimas 24 horas, elevando para 216.980 o total de óbitos desde o início da pandemia, e 3355 novos contágios, de acordo com os dados oficiais mais recentes.

: Jerome Delay
Jerome Delay  

Segundo o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o total acumulado de casos de infecção no continente desde o início da pandemia é agora de 8.467.635 e o de recuperados é de 7.857.384, mais 10.450 nas últimas 24 horas.

A África Austral continua a ser a região mais afectada do continente, com 3.920.474 casos e 111.017 óbitos associados à covid-19.

Nesta região, encontra-se o país mais atingido pela pandemia, a África do Sul, que contabiliza 2.919.632 casos e 88.925 mortes.

O Norte de África, que sucede à África Austral nos números da covid-19, atingiu 2.578.747 contágios pelo vírus SARS-CoV-2 e 69.803 mortes associadas à covid-19.

A África Oriental contabiliza 1.047.551 infecções e 22.601 mortos, e a região da África Ocidental regista 659.844 casos de infecção e 9915 mortes. A África Central é a que tem menos casos de infecção e de mortes, 261.019 e 3644 respectivamente.

A Tunísia, o segundo país africano com mais vítimas mortais a seguir à África do Sul, regista 25.149 mortes e 711.693 infectados, seguindo-se o Egipto, com 18.285 óbitos e 324.619 casos, e Marrocos, com 944.277 contágios, mas menos mortes do que os dois países anteriores, 14.612 óbitos associados à doença.

Entre os países mais afectados estão também a Etiópia, com 6358 vítimas mortais e 362.335 infecções, a Argélia, com 5890 óbitos e 205.822 pessoas infectadas, e o Quénia, com 5257 mortes associadas à doença e 252.705 contágios acumulados.

Em relação aos países de língua oficial portuguesa, Moçambique contabiliza 1928 mortes associadas à doença e 151.225 infectados acumulados desde o início da pandemia, seguindo-se Angola (1697 óbitos e 63.861 casos), Cabo Verde (349 mortes e 38.140 infecções), Guiné Equatorial (163 óbitos e 13.166 casos), Guiné-Bissau (141 mortos e 6131 infetados) e São Tomé e Príncipe (56 óbitos e 3697 infecções).