Ver Angola

Saúde

Vacinação contra covid-19 começará a ser feita porta-a-porta

Francisco Pereira Furtado, coordenador da Comissão de Prevenção e Combate à Covid-19, anunciou que, em breve, a vacinação contra a doença deverá começar a ser feita porta-a-porta. O responsável explicou que esta nova modalidade de vacinação vai ser destinada aos idosos e pessoas que tenham “dificuldades de locomoção”.

:

Francisco Pereira Furtado explicou que vão ser recrutados mais enfermeiros, particularmente jovens, para se cuidar "dos mais velhos que têm algumas comorbilidades".

"É um trabalho contínuo que vamos fazer e com introdução de uma nova variante de modalidade de vacinação porta-a-porta para aquelas pessoas idosas, pessoas com alguma obesidade que não conseguem mover-se", adiantou Francisco Pereira Furtado, citado pela Rádio Nacional de Angola (RNA).

O coordenador indicou que vão haver "equipas específicas que vão começar a ir a estes locais com a ajuda das administrações locais", com vista a se vacinar "o máximo de pessoas fora dos postos de vacinação, aquelas que têm realmente dificuldades de locomoção".

Francisco Pereira Furtado também aproveitou para referir que o número de postos de vacinação no país tem vindo a crescer. "Começámos com um número de cerca de 60 postos em todo o país. Hoje já estamos com mais de 180 postos abertos. Só Luanda, já está com 73 postos de vacinação e vamos continuar este esforço", afirmou.

Relacionado